EUA ESTÃO ACUSANDO ATÉ CRIANÇAS POR ASSÉDIO SEXUAL

A informação é do blog do jornalista Sérgio Dávila, também publicado na Revista da Folha de 06/04. O endereço do blog é: http://sergiodavila.blog.uol.com.br/.

Vou transcrever o post por inteiro e você, se quiser, pode dar sua opinião nos comentários. Então leia abaixo o comentário de Sérgio Dávila sobre esta notícia, proveniente do jornal americano The Washington Post.

 

A imbecilização de um povo
Eu ia escrever sobre outro assunto -a ilustração desta coluna já estava inclusive pronta-, mas mudei de idéia ao abrir o “Washington Post” na manhã da última quinta-feira. No pé da primeira página, eles quantificavam uma tendência que eu já tinha ouvido aqui e ali e lido inclusive no blog de uma amiga. Os Estados Unidos estão mandando crianças para a polícia por assédio sexual.  

 

Vou repetir: os Estados Unidos estão mandando crianças para a polícia por assédio sexual.

Em novembro do ano passado, na hora do recreio, Randy Castro, 6, deu um tapinha na bunda de sua coleguinha. Na volta à classe, a menina contou à professora. Essa levou o caso à diretoria. Que chamou a polícia. “Achei que eles fossem me levar para a prisão”, disse Randy, hoje aos 7 anos, que teve a divulgação do nome autorizada pela família. “Fiquei apavorado.”

O registro de que ele “assediou sexualmente” uma colega vai ficar para sempre em sua ficha escolar. O caso aconteceu numa escola de um subúrbio da Virgínia, Estado que é vizinho aqui de Washington. Serviu para que fosse feito um levantamento de casos semelhantes não só na Virgínia como em Maryland, o outro Estado vizinho da capital federal norte-americana -de maneira geral, as cidades mais próximas de Washington servem de dormitório para o pessoal que trabalha aqui.

Está sentado? Ou sentada? Só na Virgínia e só no ano passado, 255 estudantes do equivalente ao que na minha época era chamado de jardim- de-infância, pré-primário e primeiro grau foram acusados de assédio sexual -“contato físico impróprio com um estudante”, em “policialês”. Em Maryland, foram 166, incluindo 16 alunos do jardim-de-infância, segundo o Departamento Estadual de Educação.

O diário norte-americano lembra de casos recentes e que ficaram famosos, como o do pequeno texano de quatro anos que, em 2006, foi acusado de assédio sexual… por sua professora! Como se deu o crime? A criança pressionou sua cabeça nos seios da mestra ao abraçá-la -imagino que tenha algo a ver com a diferença de altura, a não ser que o taradinho seja gigante, ou a professora, verticalmente prejudicada.

Brincadeiras à parte, o fato mostra que a chamada “correção política”, ou o “politicamente correto”, não só foi longe demais por aqui como está beirando a histeria, em ações que lembram o julgamento das bruxas de Salém, de 1693 -no caso, dos bruxinhos de Washington, de Virgínia, de Maryland e do Texas.

A diferença é que, em vez de puritanismo, o que move as roldanas aqui é o dinheiro -ou o medo das escolas de serem processadas por pais chocados com as filhas “assediadas”.

Seja qual for o motor, há uma imbecilização geral da “América” e algumas pessoas começam a perceber. Um dos primeiros foi o subestimado filme “Idiocracy”, de 2006, já comentado neste espaço, em que o mesmo Mike Judge de “South Park” imagina um país no futuro em que os idiotas venceram e um simplório transportado dos tempos atuais é tratado como Einstein.

Outra é Susan Jacoby, autora do recém-lançado “The Age of American Unreason” (“A Era da Irracionalidade Americana”, Pantheon, 2008), em que ela defende que a burrificação do país é menos um produto de “Washington”, no sentido de que haveria um grande complô político para que a população caminhasse em direção às trevas, e mais um fenômeno coletivo auto-alimentado e consentido.

Claro -e isso quem diz é a própria Susan- que ajuda o atual ocupante da Casa Branca ser quem é. 

  

Anúncios

About Francisco Eliciano

Francisco Eliciano é graduado em Administração de Empresas. É membro de Igreja Batista em Teresina-PI. Dá muito valor ao estudo bíblico. Sobretudo, ele é servo de Jesus Cristo. Escreve no Infosol desde 2008 juntamente com uma galera fantástica. Também colabora com o 'Ideias que Conecatm' uma página no facebook (facebook.com/iqconectam).

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s