Autoritarismo: nem para o Papa

Bento 16

“O papa tem um estilo solitário e absolutista de governar. Não aceita conselhos, opiniões e críticas e isto cria problemas”

A infalibilidade papal, dogma católico que afirma que o Papa, quando fala e define solenemente algo referente a fé ou moral (costumes), ex- cathedra, está sempre correto. Ex-cathedra quer dizer que “quando no exercício de seu ofício de pastor e mestre de todos os cristãos, em virtude de sua suprema autoridade apostólica, define uma doutrina de fé ou costumes que deve ser sustentada por toda a Igreja”, assim disposto no documento promulgado no Concílio Vaticano I. “Isto porque a Igreja acredita que, na definição destas matérias, o Papa goza de assistência sobrenatural do Espírito Santo, que o preserva de todo o erro”, assim define a Wikipédia.

Este dogma foi promulgado pelo Concílio Vaticano I,  em 18 de julho de 1870, pelo Papa Pio IX.

Mas a infalibilidade não atinge atos administrativos ou posições que diplomaticamente deveriam ser tomadas após consulta das partes interessadas. E por causa de atitudes de Bento 16 sem observar esse detalhe, ele vem sofrendo críticas em todo o mundo.

Segundo a BBC, especialistas afirmam que “decisões tomadas recentemente pelo papa – como a nomeação de um bispo auxiliar conservador na Áustria sem considerar o parecer do episcopado local – são sinais de um papado centralizador e pouco democrático”.

Em entrevista, o vaticanista Marco Politi afirma que “o papa tem um estilo solitário e absolutista de governar. Não aceita conselhos, opiniões e críticas e isto cria problemas, inclusive nos setores moderados da igreja.” Marco Politi acabou de publicar o livro A Igreja do Não, pela editora Mondadori.

Você pode pensar: “Mas o papa é o papa. Ele pode”. Bem, não é assim que as autoridades católicas têm visto. Mas o pior mesmo, é que fora da Igreja Católica, pastores evangélicos parecem ter atribuído a si mesmos a infalibilidade papal em todos os níveis e ocasiões. Não aceitam críticas, opiniões; querem pastorear a igreja autocraticamente sem nem uma sombra democrática. Alguns outorgaram-se uma autoridade suprema, inquestionável. Leia o post Abuso Espiritual, para você entender mais.

Resta-nos estar sempre alerta, em oração, para Deus clarear a mente dos pastores mundo afora.

E para ficar mais claro biblicamente a questão da infalibilidade papal, clique aqui e leia um breve estudo.

Anúncios

About Francisco Eliciano

Francisco Eliciano é graduado em Administração de Empresas. É membro de Igreja Batista em Teresina-PI. Dá muito valor ao estudo bíblico. Sobretudo, ele é servo de Jesus Cristo. Escreve no Infosol desde 2008 juntamente com uma galera fantástica. Também colabora com o 'Ideias que Conecatm' uma página no facebook (facebook.com/iqconectam).

There is one comment

  1. carla soares

    Considerar-se infalível e não aceitar críticas ou confrontações demonstram um grave problema espiritual. Apenas Cristo foi perfeito, e não impôs Sua divindade. Mas eu e você somos responsáveis em não aceitarmos os “ditadores espirituais”. Não precisamos nos rebelar: mas também não devemos obedecê-los quando eles afrontam a Palavra de Deus.

    Curtir

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s