Provações, um caminho para a perseverança

Por Brunna Stella

Indagações podem ser feitas acerca do que levaria uma pessoa a alegrar-se em meio a provações, e em como poderíamos confortar à luz da Bíblia, pessoas que estivessem passando por aflições. Tiago, no capítulo primeiro de seu livro, escreve: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes”(Tiago 1:2-4).

 As situações aversivas as quais somos submetidos e não conseguimos fugir ou nos esquivar, costumam gerar: tristeza, desilusão, desesperança, desamparo, revolta, frustração. Se formos analisar veremos que aprendemos, durante a vida, que a situação de provação (ou aflições, em outras versões) têm como resposta esses “sentimentos” e como consequência a longo prazo, o adquirir habilidades para lidar com situações semelhantes. O que digo, é que, cada vez que passamos por situações aversivas e conseguimos vencê-las, nos tornamos pessoas melhores e mais “habilidosas” (no sentido de que conseguiremos lidar melhor com as situações). E se o fazemos e obtemos sucesso, mesmo que algumas vezes não seja assim, nos tornamos mais pacientes, perseverantes, resistentes.

Acreditando que tudo podemos naquEle que nos fortalece ( Filipenses 4:13), teremos a certeza de que todas as coisas, boas ou ruins (segundo nossa visão), cooperam para o bem daqueles que amam a Deus (Romanos 8:28). Isso não significa de modo algum conformidade, antes, um ato de fé.

Paulo, escrevendo aos Coríntios, pede que os irmãos não desanimem, “porque mesmo que o homem exterior se corrompa, o homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação, produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação” ( 2 Coríntios 4:16 – 17). Quando chegamos um pouco mais a frente daquilo que já caminhamos e olhamos para o caminho percorrido, reconhecemos que não conseguiríamos tê-lo feito sozinhos. E assim, mesmo que marcas tenham ficado em nosso homem exterior, olhamos para tudo o que crescemos enquanto pessoas que se relacionam com o mundo e sofrem o retroagir do mundo sobre elas. Pessoas que aprendem com as circunstâncias, com as ocasiões permitidas por um Pai carinhoso e que cuida dos seus filhos.

Anúncios

About Brunna Stella

Uma cristã que tem aprendido a viver uma aventura de cada vez, melhor dizendo, um dia de cada vez. Casada com Isaac Melo. Psicóloga, Analista do Comportamento, mestre em Educação Especial. Apaixonada por leituras diversas, pesquisas científicas e ama estudar.

There are 3 comments

  1. Eliciano R.S.

    Esse post é uma síntese do assunto. Mostra alguns dos principais versículo sobre o tema [provação] e a autora faz um passeio objetivo com suas observações. Parabéns! Deus continue usando teu talento para sua obra.

    Curtir

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s