Namoro ou corte?

MP900440325Já há algum tempo, tenho observado uma nova mania nas igrejas neo-pentecostais, que consiste em pressionar os jovens a namorarem no sistema chamado corte. É algo relativamente novo, não considero errado, mas o modo como expõem essa modalidade é!

 A corte original

Primeiro vamos fazer uma distinção rápida: essa modalidade não tem nada a ver com o amor cortês praticado há séculos por cavaleiros e damas, pois no amor cortês os amantes se entregavam ao prazer carnal. Essa modalidade tem como primeiras características um namoro bem parecido ao dos nossos avós ou bisavós.

Na corte (nos primórdios, pois agora já mudou), um casal pode no máximo pegar na mão um do outro. Um contato físico maior que este deveria acontecer somente após o casamento.

O namoro e a Bíblia

Agora que sabemos como nossos antepassados namoravam, vamos juntar isso à temática cristã: o que Deus espera do nosso namoro?

Se procurarmos na Bíblia não veremos nada sobre namoro, pois no contexto cultural e temporal as pessoas não namoravam, simplesmente casavam. Mas no tempo de Paulo vemos algo parecido: “Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.” (1Coríntios 7.8,9). Em outras palavras Paulo diz: se vocês não conseguem se aguentar como eu, que sou/estou solteiro, casem-se logo!

Contextualizando

Para um melhor entendimento, transportemos 1Coríntios 7.8,9 para o nosso contexto.

Há pessoas que conseguem namorar sem se abrasar, e há pessoas que se abrasam sem nem estarem namorando! A explosão de informações e a facilidade que nossos olhos acham para encontrar incentivos eróticos é muito grande, de forma que crianças já deixam a inocência mais cedo que antigamente. E mesmo aqueles maiores que procuram se guardar, encontram uma certa dificuldade, principalmente os homens.

Mas nos tempos de hoje não podemos simplesmente pegar dois jovens e casá-los, que se dirá de adolescentes. Então podemos adaptar o que Paulo falou ao seguinte: se não se aguentam, ou evitem, ou se casem.

Mas como todos sabem, é realmente difícil evitar um namoro quando dois querem. Então a corte entraria aí como uma boa solução. Contudo, não acredito que a corte seja aplicável a toda e qualquer situação.

Eu realmente não vejo pecado num beijo na boca, ou num abraço. E mais adiante vou mostrar que nem os que fazem corte hoje acham isso (apesar de fazerem corte). O pecado está no se abrasar.

Os neo-pentecostais dizem que a corte é o namoro segundo Deus, ou de acordo com a vontade de Deus. Bem, enquanto não me mostrarem um versículo que diga isso, vou considerar essa frase como uma heresia, pois ‘limita’ a Deus, ou pior, faz das pessoas que o dizem conhecedoras de Deus mais do que Ele se revelou! Portanto, se essa frase fosse mesmo verdade, teríamos encontrado seres humanos maiores do que Deus!

O que sabemos então de Deus sobre esta problemática? Apenas o que Ele nos disse sobre santidade. E uma corte, pelo menos como é praticada nos dias de hoje, não garante santidade.

Já vi casais que, como soldados de seus pastores neo-pentecostais só namoram se for corte. Eles realmente não beijam na boca, mas se abraçam, e trocam carícias, e beijam aqui e acolá, e suas mãos passam meio desgovernadas pelos corpos, etc. E não raramente as meninas saem com seus namorados vestindo roupas provocantes (que falta é quebrar o pescoço de qualquer homem) e os homens não muito raramente faltam é quebrar o pescoço quando passa uma menina provocante por ele (além da sua namorada). No fim o casal pratica menos da metade da corte!

O conceito original desse tipo de corte que eu apresentei mais acima se reduz hoje a somente não mais beijar na boca (o resto, exceto o sexo, vale), e isso mudou pelo simples fato de quase a totalidade das pessoas, desde Adão, não conseguem sucesso num namoro sem um contato mais próximo – é quase como um voto de castidade vitalício, ou seja, é para poucos.

Como ninguém que namora é inocente, não beijar não garante santidade. De fato tenho visto casais namorando normalmente que, no meio das pessoas se comportam muito bem (geralmente só de mãos dadas ou no máximo acariciando-se com inocência), enquanto não são poucos os casais de corte que vivem se agarrando. E isto se explica pelo fato de ser muito frustrante você estar ao lado de alguém que você gosta muito e não poder tocá-la porque outras pessoas não deixam.

O namoro ideal

Então, como seria um namoro cristão ideal? Revendo todo o texto podemos fazer primeiro uma divisão: pessoas que se abrasam facilmente e pessoas que não se abrasam facilmente. Das pessoas que se abrasam facilmente, um namoro ideal seria a corte original (apenas mãos dadas), ou então evitar um namoro que esteja longe de um possível casamento (ou seja, namoro entre adolescentes, ou entre jovens que só têm perspectiva de casamento depois de uns dois anos ou mais). Se esperar não for uma opção a solução é orar muito e jejuar para vencer essa fraqueza.

E para as pessoas que não se abrasam facilmente, há a opção de namorarem normalmente, ou com corte. Se o casal decide fazer corte, é uma decisão deles e vai ser abençoada, pois eles não estão sob pressão de ninguém, mas agindo de acordo com suas consciências. E se o casal decide namorar normalmente, serão igualmente abençoados!

Portanto, o que se deve buscar no namoro cristão, assim como em todas as outras áreas da vida, é agradar ao Senhor com fé e santidade, e sempre que possível, com sacrifícios!

Anúncios

About Evandro J.R. Silva

É Doutorando em Ciência da Computação. Convertido desde os 6 anos de idade, a partir dos 15 anos começou a ler e estudar a Bíblia autodidaticamente. É membro de uma Igreja Batista. Gosta bastante de jogos eletrônicos e de ler, principalmente sobre apologética e literatura fantástica. Tem como gosto musical preferido o metal sinfônico.

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s