PT, um partido para tempos de guerra

Vai ocorrer de 11 a 13 de Junho de 2015, o Quinto Congresso Nacional do PT. Para isso, o próprio partido já liberou alguns Cadernos de Teses. O título deste post, inclusive, é o título do primeiro dos Cadernos. Nesses cadernos eles põem em discussão o que já deu certo, o que deu errado — e o porquê de ter dado errado — e sugestões para próximos passos para, sem sombra de dúvidas, o domínio efetivo do PT no Brasil.

O que é mais interessante é o fato de simplesmente declararem inimigos e de Direita qualquer ente, civil ou político, que seja contra suas políticas. Chama atenção também a cegueira que eles mesmos têm ou procuram produzir em seus agremiados. De qualquer forma, é um documento que dá medo — é um projeto de dominação de uma nação por um único partido e sua ideologia — e ao mesmo tempo dá pena.

Dá medo porque mostra que eles não abandonam e estão cada vez mais engajados na construção de um Socialismo Petista na América Latina. Eles mesmos falam que Argentina e Venezuela, junto com o Brasil formam o tripé para tal construção esquerdista. E quando olhamos para esses dois países vemos o que eles querem para o Brasil. Literalmente uma DITADURA PETISTA.

Dá pena porque se percebe que os mesmos não conseguiram aprender, mesmo com décadas de história que é impossível o Socialismo suplantar o Capitalismo, pois o Capitalismo é superior ao Socialismo. Dos males, é o [infinitamente] menor. A desconstrução do Capitalismo, como tanto querem os esquerdistas, só terá um sucesso real se o novo sistema vier a se mostrar de fato melhor em todos os aspectos a, pelo menos, médio e longo prazos. O Socialismo em médio e longo prazo, até hoje, só gerou dezenas a centenas de milhões de mortes por fome ou perseguição política. E a solução para resgate? Capitalismo. Vide China, e agora até mesmo Cuba, se dobrando a políticas capitalistas.

Dá pena também porque eles muito falam em “democrático e popular”, mas isso não significa nada num sistema socialista. Vide a Coreia do Norte, cujo nome oficial é República Democrática Popular da Coreia. E é este o país contemporâneo onde o socialismo está em seu estado mais avançado — Comunismo — e é o país mais fechado do mundo.

Dá pena porque o PT pensa — ou almeja — ser o Robin Hood dos pobres brasileiros. Até tentaram, nos governos Lula e Dilma, mas agora estamos sentindo na pele o que isso acarreta. Quando acaba o dinheiro daqueles que o possuem, os pobres, que já tinham pouco, se tornam miseráveis. E os ricos ficam apenas com as contas apertadas.

Outra coisa coisa que dá pena é os mesmos pensarem ser sempre os corretos, a vanguarda da moralidade. Falam muito sobre combate à corrupção e que foi no Governo PT que mais houve combate à corrupção. Mas se esquecem que em questão de corrupção, o PT parece ter quase uma hegemonia. E essa hegemonia só é quebrada por aliados e — na nossa fraca oposição — pelo PSDB. E ainda insistem que sua luta armada deve ser esquecida e somente os poucos torturadores militares têm de ser punidos numa revista Lei da Anistia. Os assaltos a bancos, sequestros e até assassinatos por parte deles (criminosos comunistas treinados paramilitarmente para transformar o Brasil numa Cuba) deve ser esquecido. A tortura sofrida por eles (num ato patriótico de defesa soberana e que nos livrou de virar uma Cuba) deve ser punida desde agora e para sempre, geração após geração.

Ainda dá pena pois os mesmos se auto intitulam os arautos da justiça social, cobrando uma dívida histórica para os negros (que, diga-se de passagem, mesmo se os negros vierem a escravizar os brancos, essa dívida nunca vai deixar de ser paga na visão deles — e ainda, no passado negros escravizaram negros, mas não possuem dívidas entre si, e sim, negros já escravizaram brancos, mas os brancos não reclamam por uma dívida histórica), e direitos superiores a outras minorias. No fim das contas, isso é apenas cartilha comunista, a conhecida luta entre classes teorizada por Marx. Essa luta com certeza é bastante eficiente para dividir uma sociedade e deixar o cenário político escancarado para a dominação totalitária.

Não é a toa que após 12 anos de Governo de PT, tenhamos tantos embates entre setores diferentes da sociedade. E se depender deles, com os Cadernos de Teses, isso vai continuar e piorar até o PT dominar por completo o Brasil (e em conjunto a América Latina), e vai piorar para que o PT faça a manutenção de seu poder.

Adendo: Ainda dá muita, muita pena, quando percebemos que Eduardo Cunha e Bolsonaro, somente os dois, estão conseguindo fazer um partido inteiro tremer de medo, a ponto de praticamente serem os únicos diretamente citados, e a cassação do segundo, é projeto do PT.

Anúncios

About Evandro J.R. Silva

É Doutorando em Ciência da Computação. Convertido desde os 6 anos de idade, a partir dos 15 anos começou a ler e estudar a Bíblia autodidaticamente. É membro de uma Igreja Batista. Gosta bastante de jogos eletrônicos e de ler, principalmente sobre apologética e literatura fantástica. Tem como gosto musical preferido o metal sinfônico.

There is one comment

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s