Seu cão come rápido demais? Isso pode se tornar um problema!

Inúmeros cães sofrem com um problema de comportamento muito sério: comer rápido demais. Geralmente, este probleminha que não é muito preocupante para os donos, pode acabar se tornando um problemão! Cachorros que deixam de mastigar o alimento corretamente geralmente apresentam sintomas como ansiedade, estresse, carência e competitividade (no meio de outros animais). O pior é que acabam sofrendo com isso.

Esse problema também pode ter uma causa mental: seu cão pode ter distúrbios neurológicos ligados ao hipotálamo. Também pode ser que seu cão sofra de um distúrbio chamado polifagia, que faz com que o cachorro exagere na ingestão de comida. Esses sintomas devem ser observados, pois podem significar sinal de diabetes.

A polifagia é um distúbio que faz com que o cachorro exagere na alimentação. Esses sintomas podem significar sinal de diabetes.

A polifagia é um distúbio que faz com que o cachorro exagere na alimentação. Esses sintomas podem significar sinal de diabetes.

Geralmente, cães que ingerem a comida rapidamente e em grande quantidade apresentam uma personalidade possessiva e carente. Se você tiver outros animais, com toda certeza ele tentará chamar mais sua atenção que os outros.

Para tratar deste sério problema, você deve levar seu cãozinho para um veterinário e adestrador. É um trabalho demorado, porém recompensador. Normalmente, a rotina do animalzinho e também a sua são modificadas, para ajudar no tratamento do cão.

Uma tática utilizada pelos adestradores é a remoção da vasilha de comida após a refeição. A vasilha só volta cheia na refeição seguinte.

Uma tática utilizada pelos adestradores é a remoção da vasilha de comida após a refeição. A vasilha só volta cheia na refeição seguinte.

Inicialmente, o número de refeições oferecidas ao cachorrinho por dia varia entre 4 e 5, impreterivelmente nos mesmos horários. Depois de um tempo esse número cai para 3, e por conseguinte, 2 refeições diárias (quantidade normal que deve ser ofertada a um cão adulto). E, de maneira lógica, à medida que o número de refeições diminui, a quantidade de alimento aumenta. O veterinário deixará claro a dieta e a quantidade de ração.

Esses animais que se alimentam rápido demais devem receber essa quantidade maior de refeição para que não fiquem mais ansiosos. A mudança no número de refeições deve ser gradual para seu cão se acostumar.

Uma tática utilizada pelos adestradores é a remoção da vasilha de comida após a refeição. A vasilha só volta cheia na refeição seguinte. Outra dica dos adestradores é espalhar a ração. Dessa forma, o cão demora mais para comer e também se exercita.

E lembre-se: dê sempre ração canina para seu cachorrinho. A ração contém substâncias específicas e essenciais para uma dieta balanceada. Só ela garante que seu animal seja saudável.

Anúncios

About Lorena Bastos

Lorena Bastos é uma escritora profissional nascida em uma pequena cidade do interior de Minas Gerais, chamada Araxá. Com 20 anos, dedica-se totalmente a carreira, sempre em busca do aperfeiçoamento e crescimento. Escreve textos de vários estilos, como artigos de opinião, crônicas e editoriais. Esforçada e motivada, segue em frente, com fé em Deus. Acredita que a caminhada da vida será cada vez mais produtiva, e portanto, é feliz. Email para contato: lorenaax.bastos@hotmail.com

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s